Capa

Cacá Bueno e Jaguar

Cacá Bueno elogia garra da equipe iCarros ACDelco Crown Racing na recuperação do carro em Goiânia

Piloto estava já no top-10 até quebra do câmbio impedir resultado que coroaria trabalho intenso dos mecânicos na recuperação do carro após acidente de ontem

22.11.2020  |  204 visualizações

Com cinco títulos e dezenas de poles e vitórias na Stock Car, talvez um sétimo lugar não fosse tão valioso para Cacá Bueno na prova de hoje, mas ele sabia que este resultado teria um valor especial: a recompensa pelo trabalho intenso dos mecânicos e integrantes da equipe iCarros ACDelco Crown Racing para recuperar seu Chevrolet Cruze para a prova deste domingo após ter sido atingido em “T” na Curva da Vitória na prova do sábado e deixar o carro totalmente torto.

O plano vinha sendo executado com perfeição – Cacá e o time privilegiaram a prova 2. Com mais botões de ultrapassagem e pneus novos na segunda corrida da rodada dupla, o piloto da equipe iCarros ACDelco Crown Racing teria tudo para terminar entre os sete primeiros, mas uma quebra de câmbio nas voltas finais impediu Cacá de conseguir o top-10 no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia.

“A gente sabia que seria muito difícil ser competitivo nesta corrida, porque o trabalho de recuperação do carro, por mais intenso e perfeito que fosse, não tem como corrigir todos os danos sofridos na batida de ontem. A equipe iCarros ACDelco Crown Racing foi muito guerreira e terminou tudo a tempo de alinharmos para o grid. A estratégia de privilegiar a corrida 2 vinha dando certo e a gente iria terminar ali na sétima colocação, mas aí o câmbio começou a falhar e ficou impossível manter o carro na pista”, diz Cacá.

O piloto chegou a abrir a última volta no top-10, em disputa com Ricardo Zonta, mas na última volta o problema nas reduções de marcha foi piorando até provocar o abandono.

“Nas freadas eu já vinha com dificuldades em algumas voltas, mas não conseguia reduzir para segunda marcha e perdia muito tempo. Até que o câmbio travou e provocou a rodada do carro no final. Não tinha o que fazer. Uma pena, queria dar esse resultado a todo time depois do grande esforço para por nosso Chevrolet Cruze na pista. Espero que para etapa final, em São Paulo, a gente consiga encerrar este ano tão difícil com um bom resultado”, diz o pentacampeão da Stock Car, que acabou com a 17ª colocação no final.

A última etapa da Stock Car será no dia 6 de dezembro, em São Paulo, no autódromo de Interlagos, com transmissão ao vivo da TV Globo.

Corrida 2

1 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze), em 32min01s334
2 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani/Corolla) a 1.005
3 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 1.059
4 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 2.865
5 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze) a 3.442
6 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 6.922
7 Pedro Cardoso (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 7.115
8 Gabriel Casagrande (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 8.250
9 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla) a 8.606
10 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 13.753
11 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 14.877
12 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 14.952
13 Lucas Foresti (Vogel Motorsports/Cruze) a 15.036
14 Julio Campos (Crown Racing/Cruze) a 15.222
15 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 15.417
16 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 16.893
17 Cacá Bueno (iCarros ACDelco Crown Racing/Cruze) a 1:04.267
18 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Cruze) a 1 Volta
19 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 14 Voltas
20 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla) a 14 Voltas
21 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) a 14 Voltas
22 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 15 Voltas
23 Gaetano di Mauro (KTF Sports/Cruze) a 18 Voltas
24 Felipe Lapenna (Vogel Motorsports/Cruze)
25 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze)

Corrida 1

1 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) em 31min50s479
2 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 6.117
3 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 7.818
4 Gabriel Casagrande (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 10.596
5 Julio Campos (Crown Racing/Cruze) a 11.634
6 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 14.137
7 Gaetano di Mauro (KTF Sports/Cruze) a 14.306
8 Felipe Lapenna (Vogel Motorsports/Cruze) a 14.596
9 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 19.666
10 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 30.571
11 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 32.151
12 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 45.482
13 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani/Corolla) a 1:00.743
14 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Cruze) a 1:03.751
15 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 1:26.292
16 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla) a 1 Volta
17 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla) a 1 Volta
18 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze) a 4 Voltas
19 Pedro Cardoso (R. Mattheis Motorsport/Cruze) a 4 Voltas
20 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 10 Voltas
21 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze) a 14 Voltas
22 Lucas Foresti (Vogel Motorsports/Cruze) a 15 Voltas
23 Cacá Bueno (iCarros ACDelco Crown Racing/Cruze) a 15 Voltas
24 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 17 Voltas
25 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 19 Voltas


Leia também...
20.11.2020

Piloto da equipe iCarros ACDelco Crown Racing foi atingido em pancada forte ainda na primeira volta da prova de hoje e, como o regulamento não permite carro reserva, time fará força-tarefa para deixar chassi pronto para a rodada dupla de amanhã

20.11.2020

Piloto da equipe iCarros ACDelco Crown Racing trabalhou no ajuste do carro para rodada tripla da Stock Car neste final de semana em Goiânia

17.11.2020

Piloto conquistou top-5 em Goiânia na etapa de abertura da Stock Car 2020 e na sequência passou por momentos de oscilação até mostrar um melhor desempenho com o carro na etapa passada em Curitiba

07.11.2020

Piloto da equipe iCarros ACDelco Crown Racing considera que, embora a performance ainda esteja longe da ideal, já apresenta evidentes sinais de avanço em relação a etapas passadas