Capa

Rally Spinelli

Após dia mais difícil do Dakar, Guiga Spinelli e Youssef Haddad entram no top-15 entre os carros

Dupla brasileira volta a andar bem na Arábia Saudita após enfrentar muitas dunas e pedras em dia que teve 625 quilômetros de percurso total, sendo 419 deles de trecho cronometrado

07.01.2021  |  523 visualizações

O Dakar 2021, principal prova off road do mundo, com mais de 300 veículos inscritos e competidores de quase 50 nacionalidades, teve nesta quinta-feira seu dia mais difícil até aqui na Arábia Saudita. Foi assim que a dupla brasileira Guiga Spinelli e Youssef Haddad, que compete com um Mini All4 Racing da equipe alemã X-Raid, definiu a quinta etapa da prova, que teve um percurso de 625 km para os competidores, sendo 419 km de trecho cronometrado.

Com o bom desempenho em uma etapa tão dura do Dakar, Guiga e Youssef entraram no top-15 da classificação geral dos carros entre os 70 competidores.

“Hoje é motivo de comemoração por chegar ao final desta especial. Foi uma etapa realmente muito dura do Dakar, a mais exigente até aqui na edição deste ano. Começamos com muita areia e pedras e ao todo tivemos mais de 100 km de dunas, sobretudo no final. A navegação era muito complicada, principalmente no início, com muitos carros perdidos, mas depois seguimos bem. Não tivemos nenhum furo de pneu, tomamos bastante cuidado o resultado foi positivo. Amanhã promete ser igualmente complicado, e é ótimo saber que o carro continua inteiríssimo. Cada dia completado no Dakar é uma conquista”, diz Guiga, que é patrocinado por BR Distribuidora com a marca Lubrax, iCarros, XP Investimentos, Fairfax Seguradora, Protune, W. Truffi Blindados e Dacar Motorsports.

Os veículos saíram de Riad até Burayda, onde a caravana passará esta noite. A dupla brasileira foi a 16ª colocada na etapa após cumprir a especial em 5 horas, 50 minutos e 22 segundos, ficando 40min57seg atrás do líder. Na classificação acumulada, ocupam a 15a colocação.

Youssef também considerou que a quinta etapa do Dakar foi positiva justamente por conta do alto nível de dificuldade neste dia “completo”, típico do maior rali do mundo.

“Foi uma das etapas mais difíceis desta edição, conforme esperávamos. Foram mais de seis horas de especial, dia longo, com média horária muito baixa. Nos primeiros 100 km tivemos muitas dificuldades com o roteiro, tinham vários carros perdidos para todos os lados e depois vieram muitas dunas e pedras. O Guiga teve muita competência para cruzar essas dunas e foi realmente um dia completo e bastante duro, mas valeu muito a pena”, diz Youssef.

A etapa desta sexta-feira será composta por 618 km no total, sendo 448 km de especial e 170 km de deslocamento. Ao final da sexta-feira, os competidores terão um merecido descanso em Ha’il. Desta forma, não haverá etapa no sábado, com o Dakar voltando a acelerar no dia 10 (domingo), com uma etapa maratona. A final será no dia 15, em Jeddah.

A Fox Sports exibe hoje um resumo da quinta etapa do rali a partir das 22h30.

Leia também...
15.01.2021

Dupla brasileira fechou a competição em 17º lugar na classificação geral entre os 64 carros participantes do maior rali do mundo e garantiu vice-campeonato na categoria T1.2 (4x4 diesel)

14.01.2021

Penúltimo dia de competições nesta quinta-feira foi novamente marcado por muita superação pela dupla brasileira que representa o País na categoria carros

13.01.2021

Representantes do Brasil na categoria carros, Guiga Spinelli e Youssef Haddad encaram nesta quinta-feira etapa com 465 quilômetros de trechos cronometrados, a segunda maior especial do Dakar neste ano

12.01.2021

Nono dia foi disputado em forma de laço, com saída e chegada em Neom, com paisagens bem diferentes, incluindo trajetos ao longo da costa do Mar Vermelho