Capa

Rally Spinelli

Em etapa à beira do Mar Vermelho, Guiga e Youssef se destacam e voltam ao top-15 geral do Dakar

Nono dia foi disputado em forma de laço, com saída e chegada em Neom, com paisagens bem diferentes, incluindo trajetos ao longo da costa do Mar Vermelho

12.01.2021  |  1.039 visualizações

O cenário completo de deserto que vem marcando a edição 2021 do Rally Dakar hoje foi marcado por incríveis paisagens a beira do Mar Vermelho na nona etapa da competição, disputada nesta terça-feira em forma de laço (saída e chegada na mesma cidade) em Neom, na Arábia Saudita.

Com um deslocamento inicial de 109 quilômetros, os mais de 300 veículos que participam do maior rali do mundo passaram em vários trechos ao longo da costa do mar com histórias milenares, passagens bíblicas e de cenas espetaculares no Oriente Médio. E foi neste cenário em que a dupla Guiga Spinelli e Youssef Haddad conseguiram boa recuperação, ficando entre os vinte melhores desta terça-feira e com isso voltando ao top-15 da classificação geral dos carros no Dakar.

A competição agora está em sua fase final, faltando apenas três dias para completar os mais de 7.600 quilômetros de percurso com a final no próximo dia 15, chegando em Jeddah.

“Por conta das dificuldades no dia de ontem, nossa posição de saída foi a de número 41. Era até angustiante ver a fila de caminhões na nossa frente antes de largarmos. Por isso mesmo, foi um dia longo, sobretudo nos 200 quilômetros iniciais, tentando ultrapassar os caminhões e UTVs, o que é bem difícil, já que ninguém alivia, mesmo tocando o aparelho de ultrapassagem dentro do carro (que avisa o competidor que vem na frente). Mas mesmo assim tivemos um bom resultado e amanhã a gente vai ter uma oportunidade de fazer uma especial num ritmo ainda melhor", diz Guiga, que corre com patrocínio de BR Distribuidora com a marca Lubrax, iCarros, XP Investimentos, Fairfax Seguradora, Protune, W. Truffi Blindados e Dacar Motorsports.

Mesmo enfrentando o “tráfego pesado” na poeira nos 200 quilômetros iniciais, ele e Youssef Haddad terminaram a nona etapa entre os vinte melhores carros, a 34min06seg do carro pilotado pelo francês Stephane Peterhansel, vencedor do dia e líder da competição. Na classificação geral acumulada, os brasileiros que competem com o Mini All4 Racing da equipe alemã X-raid subiram para o 15o lugar, a 5h48m44s do primeiro colocado.

Os brasileiro chegaram a estar entre os 14 melhores na nona etapa, mas a posição de largada em meio a caminhões e UTVs mais lentos e um furo de pneu no final impediram um maior progresso, mas o navegador Youssef Haddad destaca que há boas chances de melhora nos próximos dias, já nesta reta final de Dakar.

“Esta nona etapa foi um dia bem longo e difícil por conta de nossa posição de largada, saindo atrás de muitos caminhões e fazendo muita poeira, e a gente ainda estava sem ar condicionado, então entrava muita sujeira para dentro do carro também. E faltando uns 70 quilômetros para o final da especial, tivemos um pneu furado, mas o carro está inteiro e melhoramos em relação a ontem e, com uma posição de largada melhor, a tendência é conseguir um ritmo mais forte", diz Youssef.

Amanhã, os competidores de quase 50 países encaram o 10o dia de competição, saindo de Neom e chegando a Al Ula, com um percurso total de 583 quilômetros, sendo 342 deles em trechos cronometrados.

“No Dakar todos os dias são decisivos e agora faltam três. Vamos seguir trabalhando para seguir subindo na classificação como fizemos hoje", diz Guiga, que faz em 2021 sua nona participação no maior rali do mundo.

O resumo deste nono dia de competições será exibido hoje pelo canal Fox Sports a partir de 22h30.

Leia também...
15.01.2021

Dupla brasileira fechou a competição em 17º lugar na classificação geral entre os 64 carros participantes do maior rali do mundo e garantiu vice-campeonato na categoria T1.2 (4x4 diesel)

14.01.2021

Penúltimo dia de competições nesta quinta-feira foi novamente marcado por muita superação pela dupla brasileira que representa o País na categoria carros

13.01.2021

Representantes do Brasil na categoria carros, Guiga Spinelli e Youssef Haddad encaram nesta quinta-feira etapa com 465 quilômetros de trechos cronometrados, a segunda maior especial do Dakar neste ano

11.01.2021

Brasileiros tiveram mais um dia intenso na Arábia Saudita, sobretudo por conta de muita poeira no trecho cronometrado neste oitavo dia de competições