Capa

Rally Spinelli

Dakar termina amanhã com Guiga Spinelli e Youssef Haddad mostrando superação entre os carros

Penúltimo dia de competições nesta quinta-feira foi novamente marcado por muita superação pela dupla brasileira que representa o País na categoria carros

14.01.2021  |  1.017 visualizações

O maior e mais importante rali do mundo termina amanhã em Jeddah, na Arábia Saudita, onde será a chegada do Dakar 2021 após um percurso de mais de sete mil quilômetros iniciado no dia 3 de janeiro. Hoje, no penúltimo dia, os competidores tiveram mais uma vez que mostrar força de vontade e superação para a especial de 465 quilômetros entre as cidades sauditas de AlUla e Yanbu – este foi o caso da dupla Guiga Spinelli e Youssef Haddad, que representa o Brasil na categoria carros.

“Foi uma etapa longa, demorada e cansativa e confesso que nem foi tão difícil como a gente esperava. Fizemos nossa parte super bem feita, imprimindo um ritmo muito bom. Mas, de novo, tivemos dois pneus furados. Sinceramente, nem sei onde foi, passamos por um mar de pedras durante o trecho cronometrado e não tivemos nenhum impacto forte que justificasse o furo. Mas esta é a constante do Dakar 2021 e com todos os competidores”, diz Guiga Spinelli.

Os brasileiros chegaram a ficar perto do top-15 no dia, mas com o tempo perdido com os pneus furados em pleno trecho cronometrado terminaram a especial em 5 horas, 10 minutos e 21 segundos, a 35min57s atrás dos líderes. Na classificação acumulada, a dupla que compete com o Mini All4 Racing da equipe X-raid está no 17o lugar na geral e em segundo em sua categoria , a T1.2 (para carros 4x4 diesel).

“Estamos fazendo o possível e o impossível sempre, dando o nosso melhor. A gente comemora o que dá certo e o que não dá certo está fora do nosso controle. Agora vamos para o último dia e mirar no grande objetivo que é subir a rampa na chegada e concluir um Dakar”, diz Guiga, que corre com patrocínio de BR Distribuidora com a marca Lubrax, iCarros, XP Investimentos, Fairfax Seguradora, Protune, W. Truffi Blindados e Dacar Motorsports.

É com este pensamento também que o navegador Youssef Haddad encara amanhã o 12o dia de competições, entre Yanbu e Jeddah, com percurso de 452 quilômetros, sendo 225 deles de especiais.

“Bem que a organização tinha prometido um dia bem longo e complicado nesta quinta-feira, com bastante pedra e bem difícil para pilotagem e navegação. Passamos ainda por cerca de 100 quilômetros de dunas e passamos por ela sem problemas. Também não tivemos nenhum erro de navegação, então o saldo foi positivo. Só que de novo os pneus nos trouxeram dificuldade, tivemos que trocar dois furados na especial e três pneus nos trechos neutros que estavam cortados . Ainda paramos para rebocar o Marcelo Gastaldi, que tinha se enroscado. Enfim, mais um dia concluído, longe do resultado que a gente esperava, mas estamos na reta final e amanhã o Dakar chega ao último dia”, diz Youssef.

O canal Fox Sports exibe os melhores momentos do penúltimo dia de competições hoje, a partir das 22h30.

Leia também...
15.01.2021

Dupla brasileira fechou a competição em 17º lugar na classificação geral entre os 64 carros participantes do maior rali do mundo e garantiu vice-campeonato na categoria T1.2 (4x4 diesel)

13.01.2021

Representantes do Brasil na categoria carros, Guiga Spinelli e Youssef Haddad encaram nesta quinta-feira etapa com 465 quilômetros de trechos cronometrados, a segunda maior especial do Dakar neste ano

12.01.2021

Nono dia foi disputado em forma de laço, com saída e chegada em Neom, com paisagens bem diferentes, incluindo trajetos ao longo da costa do Mar Vermelho

11.01.2021

Brasileiros tiveram mais um dia intenso na Arábia Saudita, sobretudo por conta de muita poeira no trecho cronometrado neste oitavo dia de competições